Li: Kuroko no Basket

Olá, olá!

E depois de tanto ver meu namorado assistindo o anime de Kuroko no Basket não é que fiquei com vontade de conferir o mangá?!

Pois é, peguei uma semana em que estava com pouca coisa para fazer e devorei o mangá. Essa foi a primeira vez que eu gostei de um mangá de esporte, com foco apenas no esporte, diferente do que foi Chihayafuru, que possui romance e drama de fundo. Kuroko é um mangá sobre basquete, mais especificamente, o basquete que o colegial Kuroko joga – a propósito, é isso que o título significa – e a história gira em torno dele e o time de basquete da escola Seirin.

O enredo é bastante simples, inicialmente Kuroko entra para o time de basquete da escola Seirin, e conhece Kagami Taiga, também iniciando o primeiro ano, que se mostra o melhor jogador do time, superando até os mais experientes. O colégio Seirin está apenas em seu segundo ano com um time de basquete, mas eles vão se destacando com a ajuda de Kagami e Kuroko, que se tornam a luz e sombra do time do colégio Seirin, respectivamente.

O mangá cobre dois campeonatos, onde escolas se enfrentarão e o passado de Kuroko virá a tona quando eles enfrentarem os membros da “geração dos milagres”, agora todos em diferentes escolas. Esses alunos com habilidades excepcionais para o basquete foram colegas de time de Kuroko no fundamental, e descobridores de suas habilidades como “sexto homem fantasma” do time. Isto porque Kuroko não tem presença nenhuma em campo, conseguindo iludir os oponentes e desviando passes como se a bola tivesse sumido de campo.

kuroko-post

Mesmo que as partidas sejam o ponto alto da história, existe todo um caminho de desenvolvimento pessoal que o próprio Kuroko e seus colegas de time precisam enfrentar. Eles são liderados por uma estudante, a técnica Aida Riko, e pelo capitão do time, Hyuuga, que se esforçam para manter a moral do time. É claro que também se trata de uma história sobre amizade e união, e acabei me afeiçoando à diversos personagens. Também não sinto como se houvesse algum vilão de fato, apenas uma imensa vontade de ganhar, e você acaba torcendo pelos inimigos depois de um tempo. Existem momentos de comédia, de tensão e tudo o que é preciso para prender minha atenção.

Então, preciso recomendar a história. Não importa se você gosta ou não de mangás com esporte, dê uma chance para o Kuroko! O mangá foi finalizado com 30 volumes, e está sendo lançado pela Panini aqui no Brasil (precisei começar a colecionar, haha). O anime está na reta final e deve acabar nas próximas semanas.

Espero que curtam este tipo indicação, em breve estarei vindo indicar outros mangás que terminei de ler recentemente. Até mais! :)

 

anime leitura recomendação

Deixe uma resposta